O Voluntário

Considera-se voluntário a pessoa que faz um trabalho ou desempenha uma função de acordo com aptidão própria sem intuitos de retribuição, financeira ou não.

  1. A razão da existência de voluntariado deve-se ao reconhecimento do voluntário como uma mais valia para a instituição e a valorização pessoal do voluntário na realização de trabalhos sociais.
  2. A Adesco tem um registo único de voluntários por tempo e áreas de interesse, onde são definidas as funções dos voluntários.
  3. Poderão registar-se nos diferentes centros como voluntários através do preenchimento de uma ficha individual.
  4. A admissão será aprovada pela direcção.
  5. Os voluntários devem conhecer as regras formais da instituição e respeita-las.
  6. Os voluntários são sujeitos a avaliação do seu trabalho e recebem um certificado de colaboração.
  7. As condições de voluntariado regem-se pelo decreto-lei nº 389/99 de 30 de Setembro.

Processo de Adesão

A Adesco reconhece a importância do trabalho voluntário, considera que as pessoas voluntárias são extremamente importantes porque trazem novas dinâmicas e sobretudo novidades aos utentes, permitem sobretudo um carinho ou um cuidado especial a todos os que necessitam.
O trabalho voluntário é feito num conjunto e está enquadrado com a estrutura institucional. O serviço de voluntariado está definido num plano de acordo com funções e lugar a ser prestado, contudo as funções são especialmente destinadas aos voluntários.

Existe um orientador que serve de elo entre os voluntários e a instituição.

Se pretende ser voluntário, faça o download da ficha de voluntário, preencha-a e envie para o e-mail ou pelo correio para o endereço presente na página dos contactos.

Documento (PDF)